Ultimas Notícias
Home / INFORMAÇÕES / CABO EUGÊNIO É REELEITO: Capitão Assumção e Carlos Manato são humilhados na eleição da Associação de Cabos e Soldados

CABO EUGÊNIO É REELEITO: Capitão Assumção e Carlos Manato são humilhados na eleição da Associação de Cabos e Soldados

O cabo Jackson Eugênio Silote acaba de ser reeleito presidente da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar do Estado do Espírito Santo (ACS/ES). Com 1.531 votos, Cabo Eugênio derrotou duas forças retrógradas e conservadoras que ainda chamam a atenção, de modo negativo, de parte dos policiais, que são o deputado estadual Lucínio Castelo de Assumção, mais conhecido pela alcunha de Capitão Assumção, e o ex-deputado federal Carlos Humberto Mannato, que se identifica como Carlos Manato.

Reeleito para o triênio 2022/2024, Cabo Eugênio derrotou o candidato apoiado por Assumção e Manato, que foi o cabo, que encabeçou a chapa 22 – Gestão do Associado. Fernando, que passou toda a campanha carregando a tira colo Assumção e Manato por todo o Estado, obteve apenas 609 votos, numa das maiores humilhações de todos os tempos em termos de eleição na ACS/ES. Ficou à frente apenas do soldado Nero Walker da Silva Soares, da Chapa 01, que teve 442 votos; e do soldado RR João Barboza Valadares, da Chapa Resiliência, que, com uma campanha pífia, conquistou somente 15 votos.

Defensores das ideias nefastas e maculas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Manato e Assumção, que perderam espaço político nos últimos anos, sobretudo por conta de suas atitudes de produzir notícias falsas contra o governador Renato Casagrande e contra o povo do Espírito Santo, aproveitaram as eleições na ACS/ES para tentar, de novo, “incendiar” a tropa contra o Governo e a população.

Frequentaram unidades militares  em busca de votos para cabo Fernando e quebraram a cara. Foram mais humilhados do que o próprio candidato à presidência da Associação de Cabos e Soldados e dificilmente conseguirão ganhar fôlego para alguma pretensão em 2022.

Carlos Manato foi derrotado ainda no primeiro turno na disputa ao Governo do Estado em 2018 – perdeu feito para Renato Casagrande. Capitão Assumção só foi eleito por conta do episódio nefasto de fevereiro de 2017, que foi a “greve” dos policiais militares capixabas. Ele participou do movimento  paredista e acabou ganhando uma condenação na esfera da Justiça Comum. E ainda responde a outros processos por causa do movimento, que causou uma onda de terror em todo o Espírito Santo. Mesmo assim, Manato e Assumção ainda encontram pouca guarita entre poucos policiais militares.

Fonte: Blog do Elimar

Sobre Adeilson

x

Check Also

Mais uma sala do HGL é alagada, agora foi o setor de Raio X do PS

Não bastasse a pandemia do covid-19, o linharense sofre com os velhos problemas do Hospital ...

Governo do Espírito Santo divulga 51º Mapa de Risco Covid-19

O Governo do Estado anunciou, nesta sexta-feira (16), o 51º Mapa de Risco Covid-19, que ...

Acompanhe aqui o pronunciamento do governador Renato Casagrande

Casagrande fala das medidas de combate ao covid-19 Confira aqui:http://bit.ly/3bbAxwZ